Info! Please note that this translation has been provided at best effort, for your convenience. The English page remains the official version.

Pouso suave - BISv1

Imprimir amigável, PDF e e-mail

 

Detalhes
  • Ref. Nome:
    AFPUB-2016-V4-001-DRAFT-01
  • Data de submissão:
    04 2016 fevereiro
  • Antiga Ref:
    NA
  • Status:
    Em discussão
  • Altera:
    AFPUB-2010-v4-005 (IPv4 política de pouso suave)
  • Obsoletos:
    nenhum
  • Autor (es):
    a. Omo Oaiya, Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo., WACREN
    b. Joe Kimali, Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo., Aliança Ubuntunet
    c. Alain P. AINA, Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo., TRS

1) Resumo do problema que está sendo tratado por esta proposta de política

A política de pouso suave ratificada pela diretoria em 11/11/2011 descreve como AFRINIC deve gerenciar as alocações / atribuições do último / 8. Ele define 2 fases para IPv4 exaustão. Durante a fase 1, ele define a alocação / atribuição máxima para ser / 13 em vez de / 10 e na fase 2, o máximo para / 22 e o mínimo para / 24. Não faz diferença entre LIRs ou usuários finais existentes e os novos. A política também não impõe IPv6 desdobramento, desenvolvimento.

IPv4 exaustão em outras regiões, combinada com outros fatores, impôs enorme pressão sobre o AFRINIC IPv4 piscina com pedidos de grande IPv4 blocos, com muito pouco IPv6 desdobramento, desenvolvimento. A pressão sobre o AFRINIC IPv4 Esse conjunto levou a algumas propostas de política para reservar alguns blocos para determinadas sub-comunidades.

 

2) Resumo de como esta proposta aborda o problema

Esta proposta de política resolve o problema descrito acima por:

  1. Alterar o valor do tamanho máximo de alocação / atribuição durante a fase de exaustão 1.
  2. Imponente IPv6 recursos como uma pré-condição para IPv4 solicitações de recursos durante a exaustão.
  3. Reserva de espaços de endereço para infraestrutura crítica da Internet e novos LIRs ou usuários finais.
  4. Remover o tamanho mínimo de alocação, pois isso pode evoluir com o tempo durante o período de exaustão.

 

3) Proposta

 

3.1 A proposta de política altera a cláusula / artigo 3.5.1 do atual IPv4 Política de pouso suave para:

3.5.1 FASE 1 DE EXAUSTÃODurante esta fase, a alocação / atribuição de espaço de endereço continuará como na fase atual sem um mínimo explícito, mas o máximo mudará de / 10 para / 15.

As alocações e atribuições serão feitas a partir da Final / 8 ou de qualquer outro IPv4 espaço de endereço disponível para AFRINIC, até que não mais do que um / 11 de espaço não reservado esteja disponível no /8 final. Neste ponto, a fase de exaustão 2 começará.

Para evitar dúvidas, todas as inscrições em andamento neste momento serão avaliadas de acordo com a nova política.

 

3.2 Esta proposta de política altera as Cláusulas / Artigos 3.6, 3.8 e 3.9 do atual IPv4 Política de pouso suave para:

3.6 Se algum LIR ou usuário final solicitar IPv4 espaço de endereço durante a exaustão: Não há limite explícito para o número de vezes que uma organização pode solicitar IPv4 espaço de endereço durante a Fase de Exaustão 1. Durante a Fase 2 de Exaustão, novos LIRs ou Usuários Finais podem receber apenas uma alocação / atribuição dos novos LIRs ou pool reservado de Usuários Finais.

 

3.8 Critérios de alocaçãoPara receber IPv4 alocações ou atribuições durante a Fase de Exaustão, o LIR ou
O usuário final deve atender IPv4 requisitos de política de alocação ou atribuição e deve ter usado em
pelo menos 90% de todas as alocações ou designações anteriores (incluindo aquelas feitas durante a Fase Atual e a Fase de Exaustão).

No caso de novos LIRs ou Usuários Finais sem alocações ou atribuições anteriores, este
requisito não se aplica à sua primeira alocação ou solicitação de atribuição.

Solicitação de LIRs e usuários finais IPv4 espaço deve ter IPv6 recursos da AFRINIC (ou pedido IPv6 simultaneamente com o seu IPv4 solicitação) ou de seus provedores upstream.


Os recursos do AFRINIC destinam-se à região de serviço do AFRINIC e qualquer uso fora da região deve apoiar exclusivamente a conectividade de volta à região do AFRINIC

 

3.9 IPv4 Espaço de endereçamento para [Internet Exchange Points (IXPs)], infraestrutura crítica de Internet, novos LIRs ou usuários finais e circunstâncias imprevistas

Durante a fase de exaustão 2, as alocações / atribuições para IXPs, infraestrutura crítica da Internet e novos LIRs e usuários finais serão as seguintes:

 

3.9.1 Atribuições para infraestrutura crítica

A / 16 do / 11 final será mantida em reserva para uso exclusivo da infraestrutura crítica da Internet. A pedido de IPv4 recursos, um operador de infraestrutura de Internet crítica pode receber um recurso de número (máximo / 22).

A infraestrutura crítica são os operadores de servidor raiz DNS sancionados pela ICANN, IXPs, operadores de TLD (Domínio de nível superior), IANA e RIRs.

  • No pedido de IPv4 recursos, um Internet Exchange Point (IXP) receberá um recurso de número (máximo / 23) de acordo com o seguinte:
  • Esse espaço será usado para executar uma LAN peering do Internet Exchange Point; outros usos são proibidos.
  • Os novos pontos do Internet Exchange serão atribuídos a um máximo de / 24. Os pontos de troca de Internet podem retornar esta atribuição (ou PI existente usado como na LAN de peering IXP) se eles ficarem sem espaço e receberem uma atribuição maior (um máximo de / 23 se a utilização exigir).
  • O espaço de IP devolvido por Internet Exchange Points será adicionado ao pool reservado mantido para uso por Internet Exchange Points.

 

3.9.2 Alocações / atribuições para novos LIRs ou usuários finais

O A / 14 do final / 11 será mantido em reserva para uso exclusivo por novos LIRs ou Usuários Finais sem prévia autorização. IPv4 espaço de endereço de AFRINIC. A pedido de IPv4 recursos, um novo LIR ou usuário final pode receber um recurso de número (máximo / 22).

 

3.9.3 Reserva para imprevistos

A / 13 IPv4 O bloco de endereços estará reservado fora do Final / 8. Este / 13 IPv4 O bloco de endereços deve ser preservado pela AFRINIC para alguns usos futuros, ainda não previstos. A Internet é inovadora e não podemos prever com certeza o que pode acontecer. Portanto, é prudente manter esse bloco em reserva, caso algum requisito futuro crie uma demanda por IPv4 Endereços.

Quando o AFRINIC não puder mais atender a nenhuma solicitação de espaço de endereçamento (do Final / 8 ou de qualquer outro espaço de endereçamento disponível), o AFRINIC em consulta com a comunidade por meio da lista de discussão de políticas e considerando a demanda e outros fatores no momento irá reabastecer o pool de esgotamento com qualquer espaço de endereço (ou parte dele) que possa estar disponível para a AFRINIC no momento, de uma maneira que seja no melhor interesse da comunidade.

 


4.0) Histórico de Revisão

9th Fevereiro de 2016 AFPUB-2016-V4-001-DRAFT01 (Versão 1.0) Postado na lista de discussão rpd

 

5.0) Referências

Política global para a alocação dos demais IPv4 pool de endereços: https://www.afrinic.net/en/library/policies/135-afpub-2009-v4-001

 

6.0) Perguntas frequentes

Por favor, clique aqui para ler algumas perguntas frequentes importantes que orientam a compreensão da proposta

 

 

 

Última modificação em -
Data e hora nas Maurícias -